O carro “ferveu”, e agora?

As férias estão aí, e se você esta pensando em pegar a estrada não se esqueça de verificar todo veiculo.

Você deve checar regularmente as mangueiras e correias, a substituição dessas peças ou qualquer outra como o termostato, sempre será mais barata do que pagar o conserto do dano que pode ser causado em caso de superaquecimento.

post_carro_ferveu_enerbox_baterias_bateriasenerbox_dicas_enerbox_bateria_boa_rafael_reziniVamos falar aqui sobre o que fazer quando seu carro “ferve”, pois se deparar com esse problema em plenas férias, ah, ninguém merece!!!

É certo que nos dias quentes é mais fácil ocorrer o superaquecimento e os danos que ocasionam quando isso ocorre.

Veja que o  motor de um carro pode superaquecer a qualquer momento, principalmente nos dias quentes ou num trânsito congestionado, por isso deve-se sempre prestar atenção se o medidor de temperatura se aproxima da zona vermelha, ou se a luz preventiva de elevação da temperatura está acesa, ou, em um caso pior, se há fumaça saindo do capô.

Na verdade existem muitos fatores que  podem causar um superaquecimento do motor, tais como,  perda de líquido de arrefecimento, o que ocorre devido ao vazamento na mangueira ou no radiador, problemas na correia da ventoinha, na bomba de água, no termostato ou um problema elétrico.

Observe sempre que nos veículos que têm medidor de temperatura, o motorista deve ficar atento se a “agulha” do medidor está indicando a temperatura normal, caso esteja indicando temperatura alta este é o primeiro sinal de que algo está errado.

Você deve checar regularmente as mangueiras e correias, a substituição dessas peças ou qualquer outra como o termostato, sempre será mais barata do que pagar o conserto do dano que pode ser causado em  caso de superaquecimento.

Lá vão 5 dicas do que fazer quando seu carro “ferver”

1º- Procure ligar o ar quente de seu carro na potência máxima. Isto irá ajudar a drenar algum calor do motor enquanto você encontra um lugar seguro para estacionar, esse truque pode ser usado quando o indicador acusa temperatura acima do normal, mas não quando já está na zona vermelha, ou seja , no nível máximo de aquecimento.

2º- Assim que encontrar estacione o seu carro em um local seguro e desligue o motor.

3º- Quando já estiver devidamente instalado levante o capô, isso vai ajudar o motor a esfriar um pouco mais rápido, no entanto não faça isso caso haja fumaça saindo e não remova a tampa do radiador, que com certeza estará muito quente, pois isso poderá lhe causar sérios ferimentos, pois a fumaça quente e o anticongelante podem sair com muita pressão do radiador.
Preste muita atenção a esse detalhe, nunca adicione água fria em um motor superaquecido, pois a mudança brusca de temperatura poderá causar danos muito grandes em seu motor.

4º- Agora deixe o motor esfriar, normalmente o tempo necessário para que isso ocorra é de meia hora, mas claro pode ser mais ou menos.
No caso de quer chamar um serviço de reboque, este é o momento para fazê-lo, pois a probabilidade de você precisar desse serviço é quase certa.

5º- Verifique o tanque de arrefecimento, que nada mais é do que um tanque plástico translúcido localizado sob o capô perto do radiador, se estiver vazio, pode ter havido algum vazamento.
Os motores atuais são projetados para usar uma mistura  de anticongelante e de água. Cabe ao motorista colocar água no compartimento de refrigeração e dirigir-se até uma loja especializada.  Por outro lado, se houver suficiente de líquido de arrefecimento no tanque, o superaquecimento pode ter sido causado por um problema elétrico ou mecânico, é melhor esperar um mecânico ou rebocá-lo até lá.